Porto União - Walmor Sigwalt Lotoski

Era preciso mudar de vida

Dia 4 de maio de 2013, um grave acidente de motocicleta me deixou mais de 20 dias numa cama de hospital e mais de 90 dias com mobilidade restrita. Foi um tempo importante e que me fez pensar no quanto eu precisava mudar de vida.

Sempre fui muito magro, e esta condição me colocava numa situação confortável: a de pensar que não precisava fazer exercícios físicos para me manter saudável. Fui descobrir a verdade da pior maneira, durante a internação, quando vi que apesar de magro, eu não tinha saúde. Tinha que fazer algo.

Foi quando, após minha recuperação, recebi a visita de meu cunhado, que estava treinando para realizar o Teste de Aptidão Física para bombeiro militar, e me convidou para correr com ele, para treinar junto. Topei na hora, mas como um bom sedentário, nem tênis eu tinha. Após providenciar o mínimo necessário, fui para a rua correr com ele. Depois de um trajeto de apenas 800 metros, achei que iria morrer. Pensei, então, que correr não era para mim... Resolvi tentar mais uma vez, e outra vez e mais tantas outras vezes, até que fui mordido pela paixão da corrida.

É fácil chegar em casa, pegar o tênis e sair para treinar? Não, não é. Precisa de regras, de vontade, de disciplina, mas a recompensa vem e vale muito a pena!